Sustentabilidade Ambiental



Environmental

"No ano de 2050, a população humana passará a marca dos 9 bilhões. Pergunto a vocês: Será que os líderes da agricultura de hoje tomarão ações decisivas e serão lembrados como a Geração mais Verde? Sim, é possível. Com novas tecnologias que permitam uso e produção mais sustentável de energia e alimentos."

Dr. Pearse Lyons, Presidente, Alltech

 

A agricultura é responsável por uma grande parcela do uso atual de terra e água. Com o crescimento da população, o impacto ambiental da agricultura será inevitavelmente maior. Para proteger nossos recursos naturais e garantir a conservação da vida selvagem e de ecossistemas, precisamos passar a produzir alimentos de maneira sustentável. A nutrição animal desempenha um papel crítico neste esforço. Animais adequadamente nutridos são mais saudáveis, crescem mais rapidamente, aproveitam a ração com maior eficiência e produzem proteína mais nutritiva.

 

Conservação de terra, água e fertilizantes ao melhorar a eficiência alimentar

 

Fermentação em Estado Sólido (Solid State Fermentation)

Animais de produção são alimentados com grãos e para que estes possam ser produzidos e usados na ração é preciso utilizar terra, água e energia. Para minimizar a quantidade de recursos necessários para produzir proteína, precisamos maximizar a eficiência alimentar de nossos animais. Estas enzimas podem ser usadas para auxiliar na digestão de ingredientes da ração e melhorar a saúde, o desempenho e a rentabilidade dos animais.

 

Eficiência do rúmen

Leveduras vivas comprovadamente promovem maior eficiência alimentar em vacas leiteiras, gado de corte e em outros ruminantes ao estabilizar o ambiente ruminal. A leveduras consomem açúcares e oxigênio, que inibem a atividade dos micróbrios ruminais anaeróbicos.

 

Melhorando a saúde animal

A saúde animal é essencial para que a produção seja rentável, além de ser importante para minimizar o impacto ambiental da produção de proteína. Quando os animais não alcançam seu pleno potencial, recursos como terra, água e ração são desperdiçados. Os suplementos naturais Alltech podem ajudar os produtores a enfrentar alguns dos maiores problemas relacionados à saúde de seus animais.

 

Reduzindo a poluição dos solos e da água

A produção intensiva de animais gera enormes volumes de dejetos que podem conter altos níveis de amônia, nitrogênio, fósforo e outros minerais. A nutrição animal adequada pode minimizar os níveis destes poluentes.

 

Oligoelementos minerais orgânicos

Oligoelementos minerais orgânicos são mais facilmente absorvidos pelo animal e podem, portanto, ser fornecidos em níveis inferiores aos de minerais inorgânicos (sulfatos, óxidos). Isto significa que a excreção mineral é reduzida, com menor contaminação de solo e água. Oligoelementos minerais compreendem metais como cobre, selênio, manganês e cromo.

 

Nitrogênio e amônia

Proteínas vegetais não digeridas pode resultam em altos níveis de nitrogênio e amônia nas fezes. Nitrogênio é um problema significativo para a qualidade da água, enquanto a amônia altera a qualidade do ar, prejudicando a saúde humana e animal. Enzimas podem ajudar os animais a digerir e utilizar melhor as proteínas. Consequentemente, menos nitrogênio e amônia são liberados para o ambiente e os produtores economizam ao reduzir o nível de proteína na ração animal.

 

Algas e aquicultura

Alguns métodos de aquicultura tem alto impacto ambiental. Um problema comum é a prática  de alimentar os peixes em cativeiro com óleo ou farinha de peixe obtida da pesca, o que não é sustentável; em longo prazo isso poderia causar mais danos às  populações de peixes que a pesca tradicional. As algas tem grande potencial para substituir o óleo e a farinha de peixe em rações de aquicultura. Remover esta pressão dos oceanos seria um grande passo em direção a uma aquicultura sustentável.

 

Descubra como iremos alimentar 9,3 bilhões de pessoas em 2050 [+]