Releases



Alltech promove colaboração estratégica entre dois dos principais produtores mundiais de aquicultura

Objetivo é motivar o desenvolvimento de soluções de nutrição mais inteligentes e sustentáveis para o setor, por meio do compartilhamento de conhecimento e tecnologia

A indústria aquícola cresceu 12% na produção de rações no último ano, atingindo 39,9 milhões de toneladas, de acordo com a pesquisa Alltech Global Survey 2017. Como forma de aproveitar esse cenário próspero e atender as necessidades do mercado por soluções sustentáveis de nutrição, a Alltech está unindo dois dos principais produtores mundiais de alimentos para aquicultura. As empresas são a holandesa Coppens International, inovadora na nutrição aquática e a brasileira Guabi, referência na produção de pescados.

A Coppens International, ingressou na Alltech em 2016, e a Guabi, veterana há 43 anos no ramo nutrição, firmou uma parceria estratégica com a companhia norte-americana no início deste ano. Na avaliação do diretor estratégico da Alltech, Paulo Rigolin, a interação entre as empresas será uma excelente oportunidade. "Você têm líderes em duas regiões diferentes - América Latina e Europa - combinando tecnologia e experiência de mais de 20 anos de trabalho na aquicultura".

As empresas já estão em contato para debater novidades, e a tecnologia de algas deve ser um dos focos."É uma grande oportunidade para aplicar novas tecnologias para maximizar o desempenho das espécies de aquicultura. E, mais importante, trazer rentabilidade para os produtores para que possam fornecer produtos de alta qualidade para os consumidores", destacou Rigolin.

Troca de experiências

No mercado, a Guabi se destaca na produção de soluções únicas para uma grande variedade de espécies de aquicultura, desde camarão até peixes de água doce da América do Sul. Esse foco é complementar à atuação da Alltech, que possui soluções que substituem o uso do óleo de peixe e minerais inorgânicos. Já a Coppens é especialista em nutrição para recirculação de sistemas de aquicultura (RAS) e recentemente anunciou uma importante expansão de US$ 1 milhão em seus centros de pesquisa nos Países Baixos.

Essa sinergia de experiências é avaliada como muito importante pelo diretor-gerente da empresa holandesa, Anno Galema, que destaca o investimento realizado no setor. “O novo centro de pesquisa Coppens permitirá fazermos estudos relevantes e, mais importante, trabalhar com maior número de espécies que anteriormente. Além de oferecer um centro de treinamento para nossos funcionários em todo o mundo e clientes”. O CEO da empresa holandesa, Patrick Charlton, acredita que somando forças há muitas oportunidades. "Estamos muito otimistas sobre o que vamos poder oferecer aos nossos clientes por meio de uma abordagem colaborativa para os desafios que a aquacultura enfrenta”.

A Alltech já vinha acompanhando o mercado aquícola e buscando alternativas para melhorar o atendimento a seus clientes na área. Segundo o fundador e presidente da companhia, Pearse Lyons, esse é o momento ideal para avançar. “Nós vimos a aquicultura como a chave para o nosso crescimento global por muitos anos e agora o trabalho com a Coppens e a Guabi nos permite fornecer aos nossos clientes soluções tecnologias que acreditamos que são importantes para melhorar a saúde e desempenho no campo”.

Pesquisa

Outro aspecto positivo para que as empresas possam avançar em pesquisa é a série de alianças com várias universidades e um instituto, que se concentraram em examinar o impacto das soluções da Alltech em uma variedade de espécies. Esses estudos estão sendo realizados no Brasil (Universidade Federal de Santa Catarina), China (Universidade Ocean da China), Estados Unidos (Universidade do Kentucky), Japão (Universidade de Kochi) e Noruega (Universidade de Nofima). E as descobertas alcançadas até agora observaram que o All-G Rich poderia substituir o óleo de peixe nas dietas de espécies marinhas, de água doce e salmonídeas, enquanto mantém o desempenho e os níveis de DHA no filete.

 

----

Sobre Coppens International

A Coppens International, uma inovadora empresa holandesa de alimentação e nutrição aquática que foi adquirida pela Alltech em 2016, irá colaborar com a Guabi, um dos principais produtores de alimentos para peixes no Brasil.

Sobre a Alltech

Fundada em 1980 pelo empresário e cientista irlandês, Dr. Pearse Lyons, as soluções da Alltech melhoram a saúde e o desempenho de animais e plantas, por meio da nutrição natural e da inovação científica, utilizando leveduras, nutrigenômica e algas. Com aproximadamente 100 unidades industriais em todo mundo, a Alltech é líder na produção de leveduras e minerais orgânicos, além de ter como referência a planta de produção de algas no Kentucky (EUA), modelo existente em apenas mais um lugar no mundo. A empresa segue os princípios da ACE (Animal, Consumer and the Environment) e busca desenvolver soluções seguras para os animais, consumidores e meio ambiente e, para alcançar esse objetivo, conta com uma equipe de mais de 5000 colaboradores.

Alltech é a única empresa de capital fechado entre as cinco maiores empresas de saúde animal no mundo, o que confere vantagem competitiva permitindo a empresa se adaptar rapidamente às necessidades emergentes dos clientes e manter o foco na inovação. A sede mundial está localizada em Lexington, Kentucky (EUA), sendo que o Brasil é o segundo maior volume de produção mundial do grupo. A Alltech do Brasil é formada por uma unidade fabril em São Pedro do Ivaí (PR) e por um centro administrativo e planta industrial em Araucária (PR) e uma unidade em Indaiatuba (SP). Mais informações: http://pt.alltech.com/.